IBAMA noticia que a situação do Parque Indígena Xingu é alarmante

xingu

Foi noticiado pelo IBAMA que entre 2008 e 2016 as queimadas no Parque Indígena do Xingu tiveram um aumento de 58%. Segundo a entidade o Parque sofre com o desmatamento por causa da expansão do agronegócio cujo objetivo e criar pasto e área de lavoura.

Esse desmatamento afeta o equilíbrio hidrológico na região, culminando na alteração do regime de chuvas e pressão atmosférica. “o declínio dos ventos carregados de umidade que vêm do oceano para o continente, causando, assim, o aumento da intensidade e do período de épocas de seca em várias regiões do país”, afirma o IBAMA.

A consequência direta dessa seca é o aumento de queimadas. Apenas em 2016, segundo levantamento Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, o Mato Grosso teve 29.572 queimadas, e o Pará, 29.426 queimadas. O parque Xingu fica entre esses dois estados, e no ultimo ano foi vitima de 147 incêndios florestais.

A queimada mais danosa foi em 2016, situação que causou a destruição de 15% da reserva, uma área em torno de 1000 quilômetros quadrados. “O aumento na ocorrência de incêndios florestais parece ser proporcional ao aumento do desmatamento no entorno do Parque Indígena do Xingu”, noticiou o IBAMA.

A escola de samba carioca, Imperatriz Leopoldinense, se solidarizou com a situação do Parque e divulgou em seu samba enredo uma critica ao agronegócio, com alas nomeadas ostensivamente como: “fazendeiros e seus agrotóxicos”, “doenças e pragas”, “olhos da cobiça”. E em trechos implacáveis, “O belo monstro rouba as terras dos seus filhos/devora as matas e seca os rios/tanta riqueza que a cobiça destruiu”.

Representantes do agronegócio e políticos protestaram quanto ao teor do samba-enredo. A Federação de agricultura e pecuária de Goiás reagiu repudiando o fato de o agronegócio ser colocado numa posição de vilão. Já a Associação Brasileira dos Criadores de arroz, apontou prejuízos mais graves ao país, como o risco de comprometimento do comércio internacional, tendo em vista que o carnaval carioca possui fama e audiência mundial.

Uma das 16 tribos indígenas, representantes da etnia Kamayurá, apoiou samba-enredo nomeado de “Xingu, o clamor que vem da floresta”, e isso deixou satisfeito o autor do samba enredo, Cachê Rodrigues, afirmou que esse apoio demonstra que esta no caminho certo.

A imperatriz se pronunciou através das redes sociais, declarando que os empresários não entenderam o samba-enredo, que ao citar “monstro”, se referia à construção de Belo Monte, e os impactos ambientais causados pela usina hidrelétrica no rio Xingu, que fez parte do PAC, programa de acrescimento acelerado do governo.

Entretanto a escola de samba não deixou de se posicionar, “A produção muitas vezes sem controle, as derrubadas [da vegetação nativa], as queimadas e outros feitos desenfreados em nome do progresso e do desenvolvimento afetam de forma drástica o meio ambiente e comprometem o futuro de gerações vindouras. Os resultados, como sabemos, são devastadores e na maioria das vezes irreversíveis”, divulgou a Imperatriz em Janeiro de 2017.

Gel contraceptivo masculino é aprovado em testes

Um novo método contraceptivo foi criado na Universidade da Califórnia pelos pesquisadores americanos. Quem apostou que a medicina um dia iria evoluir das cirurgias convencionais para métodos menos invasivos, certamente tinha razão. O mais novo método vem para acabar com a antiga vasectomia, uma cirurgia que consiste em tornar o homem estéril, quando assim for o desejo dele para poder evitar a gravidez. A grande novidade no entanto, é que esse contraceptivo masculino será vendido em formato de gel, muito mais fácil de aplicar e sem nenhuma dor.

O gel contraceptivo já foi testado em macacos, e segundo os especialistas, ele não oferece nenhum risco para os humanos. Além disso, o gel ainda tem como característica não modificar a produção natural dos hormônios masculinos, o que não é possível com a vasectomia, e também não apresenta nenhum tipo de contraindicação.

O teste foi realizado com um grupo de 16 macacos machos em idade adulta, dentre eles, 10 já haviam sido pais. Os cientistas monitoraram os animais por semanas para ver as reações do remédio e logo após foram liberados para ficarem em contato com fêmeas férteis. Os pesquisadores então relataram que os macacos tiveram relações sexuais, porém, nenhuma das fêmeas ficou grávidas no período do estudo.

O gel foi chamado de Vasalgel, que basicamente é uma substância gelatinosa que tem como função impedir a passagem dos espermatozoides até o pênis, sendo assim ela é injetada no canal que os transporta, de forma a bloquear a passagem, de maneira bem semelhante a vasectomia, só que sem cortes. Os especialistas afirmam que o gel tem funcionalidade de até 10 anos, a partir da aplicação.

A equipe médica já mostra entusiasmo e diz que pretende iniciar os testes em humanos em breve. Se for bem sucedido e aprovado pelos órgãos regulamentadores, o gel será o primeiro método contraceptivo masculino depois de décadas a chegar novamente no mercado.

Os métodos atuais para os homens constituem-se em dois: a camisinha, que além de prevenir a gravidez indesejada, ainda previne doenças, e a vasectomia, que age no processo de bloqueio dos espermatozoides até o pênis, sendo esse último, dificilmente reversível, podendo causar a esterilização do homem para sempre. Já o Vasagel, poderá ter o efeito revertido com o passar dos 10 anos de efeito, ou ainda de maneira mais rápida com a aplicação de uma solução com bicarbonato de sódio na mesma região da aplicação do gel, os especialistas afirmam que isso será a solução para poder tornar o homem fértil novamente.

A outra injeção elaborada pelos cientistas, tem o mecanismo de dissolver o gel aplicado, tem um fundamento bem simples e fácil de compreender. Os efeitos foram comprovados nos coelhos, no entanto, ainda precisa ser feita uma avaliação nos macacos e no homem.

 

Conheça a Rede D’Or, a rede de hospitais que detém o Hospital Copa Star

A rede d’Or São Luiz é considerada a maior rede de hospitais privados do Brasil. Neste momento, a empresa de Jorge Moll Filho conta em sua posse com 27 hospitais dispersos pela cidade do Rio de Janeiro (entre os quais está incluído o Hospital Copa Star), São Paulo e nos estados brasileiros do Distrito Federal e Pernambuco.

A rede de hospitais privada foi criada em 1977 com a inauguração da unidade Cardiolab, que nessa altura a rede de Jorge Filho ainda se chamava Grupo Labs. Em 2012, a Rede D’Or São Luiz foi comprando hospitais em Brasília (Hospitais Santa Luzia e Coração) e em São Paulo (Hospitais viValle, em São José dos Campos, do Hospital Nossa Senhora de Lourdes e do Hospital da Criança). Contudo, a entrada da rede de hospitais que detém o Hospital Copa Star em São Paulo iniciou-se em 2011 com a compra dos Hospitais e Maternidades São Luiz.

Na cidade do Rio de Janeiro, a rede de hospitais iniciou a sua exploração antes de 2009. Até então, a rede de hospitais de Jorge Filho já detinha três hospitais na cidade do Carnaval: o Hospital Copa D’Or, Hospital Barra D’Or e o Hospital Quinta D’Or. Numa segunda fase, a rede D’Or decidiu expandir o mercado no Rio de Janeiro entre 2009 e 2011. Entre estes anos foram criados três hospitais: Hospital Rios D’Or; Hospital Norte D’Or; Hospital Niterói D’Or.

Para o futuro estão ainda marcadas novas aberturas de hospitais da Rede D’Or pelo país. No Rio de Janeiro estão para ser construídas dois novos hospitais: o Hospital Copa Star e o Hospital Caxias D’Or. Em São Paulo, a rede de hospitais privada pretende fundar mais dois hospitais nos municípios de São Caetano e em Mauá.

A ideia do dono do novo Hospital Copa Star surgiu para fazer face às escassas condições de saúde que havia na zona sul do Rio de Janeiro. A cidade carioca tem mais de 6 milhões de habitantes a residir na cidade. Por isso, na altura, Jorge Filho viu uma grande oportunidade de negócio e, ao mesmo tempo, de fazer face a uma das maiores necessidades públicas do país, uma vez que o total do número de hospitais do sistema de saúde público brasileiro na cidade e o total do número de hospitais privados é insuficiente para fazer face às necessidades da população da cidade carioca.

Para além disso, a rede de hospitais do novo Hospital Copa Star apresenta uma vertente dirigida para a inovação, com a junção de equipamentos modernos aliados a serviços hoteleiros. Na altura da expansão, os primeiros hospitais tinham vários serviços para os seus clientes como um chef de cozinha, cabeleireiro e até manicure. Todas as características da rede de hospitais Rede D’Or são inspiradas numa clínica que Jorge Filho foi visitar nos Estados Unidos, mais precisamente, em Rochester Minnesota. A clínica é reconhecida mundialmente pelos serviços que presta à comunidade. O presidente da Rede D’Or decidiu apostar em vários procedimentos que vão desde o serviço de atendimento até à arquitetura dos edifícios

Jato de lava em um vulcão do Havaí se mantém continuo há mais de um mês

 

Kilauea

O USGS – sigla em inglês para o Serviço de Estudos Geológicos dos Estados Unidos – divulgou recentemente alguns vídeos onde aparecem o “jato de lava” feroz que sai do vulcão Kilauea, um dos vulcões que compõem o Parque Nacional de Vulcões do Havaí. As imagens registradas são extremamente impressionantes, elas foram feitas no dia 3 de janeiro deste ano, exatamente dois dias depois que uma parte do vulcão entrou em erupção. Nas imagens é possível ver um fluxo intenso de lava escorrendo para dentro do Oceano Pacífico.

O vulcão filmado, o Kilauea, é considerado um dos vulcões que mais tem atividade no mundo inteiro, sendo que sua erupção começou no ano de 1983 e continua ativo até os dias de hoje. Esses fenômenos de lava escorrendo de grandes fendas de vulcões é algo muito comum dentre os vulcões ativos, porém, os cientistas ficaram intrigados com a duração em que o evento ocorreu. A lava tem como característica se solidificar rapidamente quando é liberada do vulcão, o que acaba por tapar a fenda por onde saiu, mas no caso do vulcão Kilauea, o fluxo continuo de lava registrado nas imagens tem duração de mais de um mês, algo totalmente incomum.

Essa explosão registrada aconteceu exatamente na véspera de ano novo, no dia 31 de dezembro de 2016. A equipe que registrou o evento pertence ao grupo HVO – sigla em inglês do Observatório Havaiano de Vulcões – que faz parte do USGS. Eles estavam estudando o vulcão, quando menos esperavam, parte do vulcão Kilauea entrou em erupção, e por sorte, eles estavam a uma distância segura o que permitiu que nenhum deles ficassem feridos. Desde o ocorrido, a lava continua a sair ininterruptamente, e segundo os pesquisadores, os jato de lava está ganhando cada vez mais intensidade, formando já uma cascata medindo 21 metros de altura.

Outro evento consequente do colapso do vulcão, é a formação de diversas rochas quando a lava derretida cai na água fria do oceano. Quando esses dois entram em contato, acontece explosões e diversos pedaços de rochas quentes são lançados por todos os lados, podendo assim atingir pessoas e até mesmo barcos que estejam a uma distância relativamente próxima do vulcão.

Janet Babb, geóloga do HVO, afirmou em entrevista ao Phys.org que a grande preocupação que sonda os pesquisadores, é de que a fenda possa acabar se desmoronando, o que iria acarretar em uma grande explosão de lava. Essa instabilidade do jato de lava, tem preocupado os cientistas e fez com que o parque estabelecesse um espaço especifico para as pessoas poderem visitar e observar o evento, sendo que a maior característica desse espaço é a segurança dos visitantes.

Os cientistas ainda não sabem exatamente se o jato irá parar ou diminuir em breve, tamanha a instabilidade do colapso, acabou deixando os pesquisadores sem saber exatamente o momento em que irá cessar.

Veja as imagens registrada pelos pesquisadores do vulcão Kilauea.

 

Resident Evil 6 chega aos cinemas na liderança

O mais novo filme da franquia Resident Evil inspirada no jogo de vídeo game homônimo, chega aos cinemas em liderança na bilheteria brasileira. 400 mil pessoas foram aos cinemas na primeira semana de estreia.

O novo filme (Resident Evil 6: O Capitulo Final), mostra Alice (Milla Jovovich) em Washington recebendo uma preciosa informação da Rainha Vermelha (inteligência artificial da Umbrella). A rainha informa Alice sobre a existência de uma possível cura para o T-virus em Raccoon City, onde fica o laboratório da colmeia (cenário do primeiro filme). A cura promete acabar de vez com a praga dos zumbis

Ao ir atrás da cura Alice reencontra Claire (Ali Larter) sendo perseguida pelo Dr. Isaacs (Ian Glenn) e seu capanga Wesker (Shawn roberts). Claro os monstros criados pela Umbrella estão por toda parte.

A sexta parte da franquia vai ser a última com Milla Jovovich, com o diretor de longa data, Paul W. S. Anderson. A Sony Pictures anunciou que pretende fazer um reboot ainda sem data marcada. Uma nova história da atmosfera dos zumbis, e um elenco totalmente diferente.

Já na primeira semana em exibição nos cinemas brasileiros, o filme conseguiu ficar em primeiro lugar no ranking de filmes mais assistidos, colocando em segundo lugar a animação Moana que foi visto por mais de 4.3 milhões de espectadores.

A série Resident Evil possui 6 filmes de sucesso (1 bilhão de dólares em bilheterias) apesar de ter uma relação de amor e ódio entre os fãs do vídeo game do qual o filme é originado. O último filme vem para finalizar a jornada de Alice, e dar lugar ao reboot já anunciado pelo produtor este ano.

“Após O Capítulo Final, eu tenho certeza que a franquia ganhará seu reboot. Homem-Aranha fez isso. Por que não Resident Evil? Você pode voltar à ideia original, o início de tudo. Você pode tirar personagens. Você pode evoluir…”, afirmou o produtor Samuel Hadida em entrevista à revista Forbes.

A terceira colocação das bilheterias no início de fevereiro ficou com a produção brasileira “Minha mãe é uma peça 2”, com 8.3 milhões de espectadores acumulados.

O musical indicado ao Oscar deste ano, “La La Land” se encontra em 4º lugar, e pode atingir 1 milhão de espectadores na próxima semana.

 

 

Sustentabilidade Empresarial: Construcap faz doação de uniformes para reutilização

Atualmente muito se fala sobre o conceito de sustentabilidade, ou seja, o consumo consciente dos recursos naturais para que possam atender também às necessidades das futuras gerações. Dentro deste conceito, desdobra-se a concepção de sustentabilidade empresarial, um conjunto de ações adotadas por empresas visando promover o desenvolvimento econômico em equilíbrio com o desenvolvimento ambiental. Para tanto, são necessárias práticas alternativas que estejam em conformidade com as diretrizes da responsabilidade social.

Segundo pesquisa realizada pela UniEthos em 2013 com 250 companhias nacionais, aproximadamente 69% das empresas reconheciam que a inserção da sustentabilidade no planejamento estratégico era uma necessidade. Em outro levantamento divulgado pela Amcham em 2011, cerca de 57% das empresas brasileiras já haviam incorporado a sustentabilidade às suas operações.

A Construcap é considerada hoje uma das maiores construtoras do Brasil, compromissada com a sustentabilidade e com a causa social, a empresa recebeu o Selo Platinum de Certificação Leed pela obra na Arena Mineirão. O selo é considerado o principal método de certificação das obras que seguem os princípios de construção sustentável. Entre os critérios de avaliação, estão inclusos: o uso racional da água, eficiência energética, reutilização/reciclagem dos materiais, qualidade dos ambientes internos, inovação tecnológica e atendimento às necessidades locais em que a construção é realizada.

Além do destaque internacional pelas obras realizadas sob os pilares da sustentabilidade, a Construcap, visando deixar uma marca positiva no mercado em que está inserida e promover a redução de danos, fez várias doações de uniformes para que os tecidos possam ser reutilizados pelas instituições próximas aos empreendimentos construídos, com a finalidade de ajuda-las a gerar uma renda extra.No empreendimento da Bacia Córrego do Cordeiro, no sul da capital paulista, a Construcap destinou os uniformes para 3 associações: a Aldeia do Futuro, o Grupo de Articulação para Moradia do Idoso da Capital e o Projeto Mamãe, realizado pela Associação de Assistência da Criança Santanense.

Em Pernambuco, as doações da Construcap foram entregues para duas instituições: a Associação Jovens de Ontem na Alegria de Viver e a Associação das Mulheres Dinâmicas do Condado, que através da reutilização dos tecidos conseguiram obter lucro que ajudou na manutenção da associação que ajuda as mulheres vítimas de violência de gênero. Já com os uniformes usados na obra da Comperj (RJ), a doação foi feita para a Associação Cultural Nascente Pequena, de Guapimirim, e para a Associação Mulheres do Salgueiro, em São Gonçalo. Além dos tecidos, a Construcap possui uma diversidade de projetos para reutilização e reciclagem de materiais nas obras e ou nos escritórios.

— Hoje as empresas já estão entendendo a importância de ações de sustentabilidade, tanto que entre os emergentes o Brasil é o país com maior número de empresas com relatórios de sustentabilidade no modelo GRI — diz Sonia Favaretto, diretora de Sustentabilidade da BM&F Bovespa.

Empresas que investem em sustentabilidade possuem uma melhor visibilidade e aceitação pelos clientes, sendo um diferencial competitivo. Além disso, a sustentabilidade corporativa desperta o interesse de investidores preocupados com o impacto que as atividades das empresas causam no meio ambiente.

Estudo diz que crianças se sentem mais satisfeitos com animais do que com irmãos

Uma dúvida muito comum entre os pais é se devem ou não ter o segundo filho. Acompanhado dessa dúvida, surgem grandes incertezas, como: Qual será a reação do outro filho com a chegada de um irmão? Será que eles irão se dar bem? Ele vai sentir ciúmes? Ele quer ter um irmão? Se a decisão do casal, em ter ou não o segundo filho, for levar em consideração a opinião do primeiro filho, saiba que, um estudo desenvolvido pela Universidade de Cambridge alerta para a má interpretação na vontade do filho de ter um irmão, quando na verdade, ele teria ainda mais satisfação em possuir um animal de estimação.

O estudo analisou o desenvolvimento da criança com as influências que um convívio com um animal de estimação proporciona. Em um conjunto de estudos já realizados, a primeira conclusão é de que crianças adoram estar em contato com animais, ainda mais se forem um bichinho que elas poderão cuidar. Sem haver distinção, pode ser gato, papagaio, hamster ou peixe, de diferentes cores e raças, o mais preferido entre as crianças é o cachorro, mas todos os animais despertam o interesse das crianças.

Tão importante quanto a satisfação da criança em ter um animal, são os benefícios que esse relacionamento proporciona para a criança. Há grande diferença entre crianças que tem contato com animais e de crianças que não tem, o aspecto mais notável é a habilidade de socializar com outras pessoas. Além disso, estar em contato com um animal proporciona maior bem-estar e qualidade de vida para a criança. De acordo com o estudo, esses benefícios são tão maiores em relação a um pet, do que é em relação a um irmão.

O psiquiatra Matt Cassells disse: “Qualquer um que amou um animal de estimação na infância sabe que nós nos voltamos a eles devido ao companheirismo, como em relacionamentos com pessoas“, e completou dizendo: “O fato de animais não poderem entender ou responder pode ser um benefício“. Pela observação do psiquiatra e também desenvolvedor do estudo, é que a relação com um animal de estimação é de companheirismo, e é muito mais fácil porque os animais não fazem julgamento das nossas ações.

Para a realização do estudo, foram entrevistadas 77 crianças com 12 anos de idade de diferentes famílias. Cada uma das crianças tinha contato com ao menos um animal em sua própria casa, sendo ele de qualquer espécie ou raça, e para complementar, cada um tinha pelo menos um irmão ou uma irmã. A avaliação foi feita através das respostas das crianças em relação ao animal e ao irmão, e o resultado foi surpreendente. As crianças relataram que se sentiam mais satisfeitos com a relação que tinham com seus animais de estimação do que com os irmãos. O relato era ainda mais afirmativo quando era feito de crianças que tinham contato com cachorros.

Matt Cassells disse: “Mesmo que os animais de estimação não possam compreender o que falamos e responder verbalmente, o nível de satisfação de crianças com pets não é menor do que com irmãos“. O psiquiatra afirma que a satisfação das crianças com os animais é tão grande quanto ou ainda maior do que ter um irmão.

No entanto, a pesquisa tem caráter apenas esclarecedor para podermos entender como as crianças se sentem. Se um casal planeja ter outro filho, não há nada de errado com isso, aliás, existem diversas pesquisas que mostram que crianças são mais felizes quando tem um irmão, e para completar essa felicidade, um animal de estimação também é muito bem vindo.

Veja também, as vantagens de ter um animal de estimação.

 

BitTorrent agora está disponível no smartphone android

O BitTorrent está investindo em alguns projetos para não usar produtos de pirataria.

Agora você pode desfrutar de uma TV legal (streaming) direto do seu smartphone, o melhor de tudo que é totalmente gratuito.

O intuito do aplicativo é fazer streaming e não fazer compartilhamento e baixar conteúdo.

Antes era apenas disponível no IOS e na Apple TV, mas agora quem tiver smartphone android poderá desfrutar de vários canais: esportes, notícias, músicas e entre outros.

Não possui canais populares mas é um ótimo aplicativo, vale a pena baixá-lo para experimentar, além do mais ele é gratuito.

Sua interface é muito atrativa, que irá atrair mais usuários para baixar o aplicativo. Bem adaptada ao celular e um layout muito bonito.

Possui vários recursos funcionais mas esse aqui que irei citar é muito bom, você pode salvar suas músicas no favorito (biblioteca), se quiser poderá baixar as músicas direto para seu celular.

A marca promete trazer aos seus usuários mais opções de entretenimento, mas é claro que no momento não possui tantas opções, por estar começando o projeto.

Tudo indica que terá alguns recursos que será necessário ter uma assinatura para desfrutar melhor do streaming.

Nesse período de lançamento o aplicativo não está tendo muita visibilidade, pois os aplicativos como: Netflix, Hulu, Amazon Prime e o torrente são bem mais vistos pelos usuários.

Mas com o tempo com certeza esse aplicativo irá chamar atenção dos canais de televisão e irá destacar igual aos aplicativos que os usuários mais gostam.

Atualmente o BitTorrent ganha dinheiro exibindo seus anúncios na versão gratuita.Vendendo versão Pro por US 19,95 que é conhecida como o BitTorrent DNA.

Esse aplicativo permiti distribuir qualquer tipo de arquivo seja eles: vídeos, áudios, imagens, etc. O aplicativo não tem uma boa funcionalidade em relação a busca do arquivo, por esse motivo é necessário especificar um repertório de destino. Além disso tem essa funcionalidade que é muito boa, você poderá baixar os arquivos e se deseja interromper pode fazer isso sem problemas; pois ele volta o download no momento que foi interrompido.

Vale muito a pena baixar esse aplicativo, aproveita que no momento está em lançamento e você pode desfrutar dele gratuitamente, mas tudo indica que terá a versão premium (paga) com muito mais recursos.

https://tecnoblog.net/197587/bittorrent-now-streaming-audio-video/

 

 

Prêmio Behance 2016 teve o Zero Hora como vencedor, por Eduardo Sirotsky Melzer

O clima olímpico do ano passado trouxe troféus não apenas aos atletas. O jornal Zero Hora, por meio de sua versão digital, elaborou um informativo chamado ZH Ouro, o que possibilitou com que conquistasse o prêmio Behance do ano de 2016. O destaque ocorreu pelo desempenho aplicado à categoria que avaliava o quesito webdesign. O trabalho possuiu caráter explicativo, esclarecendo ao público, peculiaridades acerca do mundo dos esportes que compuseram a última edição das olimpíadas, noticia Eduardo Sirotsky Melzer, executivo do Grupo RBS, que também engloba tal veículo de comunicação.

O Behance é um ambiente na internet que permite a publicação de portfólios de cunho profissional, permitindo com que qualquer pessoa ou empresa publique projetos considerados de alto nível, estabelecendo uma espécie de ponte entre os interessados. O site é conhecido por receber uma grande quantidade de visitas diárias, algo que comprova sua visibilidade no mercado. Além disso, algumas das maiores companhias mundiais, como a Nike e a Apple, por exemplo, procuram talentos para realizações futuras, destaca Eduardo Sirotsky Melzer.

O Zero Hora, por sua vez, iniciou suas atividades ainda na época em que só existiam versões impressas e foi adaptando-se aos avanços tecnológicos. Hoje, atua também na internet, com notícias sobre o Brasil e o mundo. Embora possua sua base no Rio Grande do Sul, não se atém apenas a noticiar os acontecimentos locais, esclarece Eduardo Sirotsky Melzer. Composto por diversas colunas, o ZH, como é conhecido, trata de assuntos relevantes para a sociedade, como economia, esportes, entretenimento, dentre outros, possuindo ainda uma área exclusiva para assinantes, aponta o empresário.

Leonardo Azevedo, que atua como web designer da publicação vencedora, explica que o trabalho envolveu colaboradores de diversas áreas, tais como de redação, programação. Ele afirma que a iniciativa partiu do setor responsável pela editoria de arte e que o fato do projeto ter sido selecionado em meio a muitos outros, tornou a equipe bastante satisfeita com o resultado alcançado. O jornal também foi destaque na Behance Review, uma espécie de coletânea que trouxe a público as empresas mais expressivas do ano anterior, reporta Eduardo Sirotsky Melzer.

O ZH Ouro foi desenvolvido de forma a tornar possível com que outros usuários escolhessem os esportes que fossem de sua predileção, contando com uma ampla base de dados sobre a modalidade selecionada. Os colaboradores da seção de esportes ficaram incumbidos de pesquisar informações pertinentes à cada prática esportiva classificada como olímpica e, com o que foi levantado, houve a criação de animações que impulsionaram o informativo a cair no gosto popular, levando o jornal a vencer a premiação, cita o gestor do grupo.

Após a entrega do prêmio, o Behance classifica a empresa vencedora através de um selo próprio. Com isso, o acontecimento ganha notoriedade internacional, havendo grande divulgação do serviço em destaque. A escolha dos concorrentes e dos vencedores contou com uma banca de profissionais especializados em áreas compreendidas pela tecnologia digital da Adobe, organização sediada nos Estados Unidos. Categorias como as de ilustração compuseram o evento, relembra Eduardo Sirotsky Melzer.

 

“Aquarius”, filme brasileiro no Oscar francês

Aquarius_(filme)

O filme brasileiro Aquarius, dirigido pelo pernambucano Kleber Mendonça Filho de 48 anos, foi indicado ao César de melhor filme estrangeiro, considerado o Oscar Francês.

O filme, é considerado pela crítica internacional um dos melhores do ano. A New York Times fez uma publicação defendendo indicações para a Sonia Braga, e para o filme na categoria de melhor filme estrangeiro. A Revista francesa Cahier du Cinema, encheu o filme de elogios após ser exibido no Festival de Cannes no ano passado.

A Indicação no César chegou junto com a do Independent Spirit Award, uma premiação americana de extremo prestígio. A notícia veio para consolar o diretor que já estava desapontado com as últimas tentativas frustradas do filme de receber uma indicação ao Oscar deste ano.

Apesar de toda a publicidade recebido pela crítica americana, o filme não recebeu apoio do governo brasileiro para a categoria de melhor filme estrangeiro. No lugar de Aquarius o Brasil enviou como representante Pequenos Segredos, dirigido por David Shurmann que não obteve sucesso.

Além disso, o filme podia tentar indicações nas principais categorias da premiação, já que foi exibido em salas de cinema em Nova York e na Califórnia durante o ano passado. Porem a distribuidora americana do filme, Vitagraph Films jamais inscreveu Aquarius.

Em dezembro de 2016 a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou um documento com o nome de 336 filmes inscritos, e o filme de Kleber Mendonça não estava entre eles.

É lamentável, é claro. Para além disso, a Vitagraph inscreveu o filme no Spirit. Mas não na Academia”, disse o diretor.

Apesar das frustrações o diretor lembrou que o filme havia sido inscrito para o Globo de Ouro deste ano, e não conseguiu nenhuma indicação.

O prêmio César, que está em sua 42º edição acontecerá no dia 24 de fevereiro. Os principais indicados são o “Frantz” de François Ozon, e o polêmico “Elle” de Paul Verhoven (diretor da primeira versão de Robocop), que tem Isabelle Huppert no elenco, indicada como melhor atriz no César, Bafta (premiação inglesa), e no Oscar.

O filme brasileiro vai concorrer com o britânico “Eu, Daniel Blake”, o norte americano “Manchester à beira mar”, o alemão “Toni Erdmann”, o belga “A garota desconhecida”, o canadense “É apenas o fim do mundo” e o romeno “Graduation”.