Descubra os maiores sucessos da banda Viper de Cassio Audi

Resultado de imagem para "cassio audi"Viper

A banda Viper foi criada pelos músicos Felipe Machado, Pit Passarell e Yves Passarell quando eles ainda eram adolescentes. Em conjunto, os três chegaram a pensar em outros nomes, como por exemplo, Dragon, Pruckles e Rock Migration antes de escolherem o nome definitivo do grupo.

Logo no início da carreira, os três músicos realizaram os seus primeiros shows para pequenos públicos, aproveitando para guardar os cachês e utilizá-los para a compra de instrumentos musicais profissionais. Após identificar que precisava de um baterista, o Viper testou por algum tempo o músico Markus Kleine, mas acabou se decidindo pouco tempo depois pelo baterista Cassio Audi, que entrou para o grupo de forma definitiva.

Em 1984, o Viper se apresentou em um importante festival de talentos, no qual cantou as músicas “H. R.”, uma de suas primeiras composições, e o sucesso do Black Sabath, “Paranoid”, o que rendeu a banda a terceira colocação no festival. Meses depois, um novo membro foi convidado a entrar para a banda, dessa vez o vocalista Andre Matos, que se uniu a Felipe Machado, Cassio Audi, Pit Passarell e Yves Passarell no momento em que eles assinaram contrato com a sua primeira gravadora, a Rock Brigade.

Depois de gravarem algumas demos, a banda finalmente teve os meios necessários para desenvolver o seu primeiro álbum, que foi intitulado como “Soldiers of Sunrise” e chegou as lojas no ano de 1987. Com o álbum, os músicos fizeram sucesso com hits como “Law of the Sword”, “The Whipper” e “Killera (Princess of Hell)”, as quais se destacaram por seu instrumental potente e contagiante, duas características bastante presentes no estilo de música criado pelo Viper.

No caso de “Law of the Sword”, por exemplo, a música fez sucesso com seu ritmo animado e acordes de guitarra, baixo e também da bateria de Cassio Audi que embalava a canção com batidas eletrizantes, as quais conquistaram diversos fãs para a banda. Como consequência, o álbum conseguiu vender mais do que o esperado, o que possibilitou o Viper de ascender profissionalmente e fechar contrato com uma gravadora maior, a Eldorado.

Com alguns anos de estrada, o Viper já fazia bastante sucesso, tendo fãs também no exterior, como em países da Europa e o Japão. O sucesso com os fãs japoneses foi tanto que a banda foi convidada a fazer uma turnê pelo país, chegando a vender mais álbuns que bandas bem estabelecidas como Nirvana e Van Halen. Simultaneamente, em solo nacional, Andre Matos, Felipe Machado, Cassio Audi, Pit Passarell e Yves Passarell se destacaram como um dos maiores nomes do heavy metal no Brasil.

Ao fazer uma retrospectiva da carreira musical do Viper, um dos elementos essenciais para o sucesso da banda foi a experiência de seus integrantes com o metal, com destaque para o baterista Cassio Audi. Segundo os fãs da banda, isso foi um dos fatores que ajudaram na internacionalização do grupo e para que este se estabelecesse entre os principais artistas de heavy metal do cenário mundial nos anos 80.